ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

O CANTO DA CHOUPANA

A doença de Francisco agravou-se de modo a não poder ele mais pregar. À dor das chagas e aos transtornos gástricos; veio somar-se o problema dos olhos. Os irmãos preocuparam-se com sua vida e insistiram que aceitasse fazer uma consulta médica. O irmão Elias que era o ministro escolhido por Francisco para governar a Ordem disse que havia alguns famosos em Rieti, mas que era necessário ir até lá. 
Depois de muitos rogos, Francisco acedeu mas pediu que antes o levassem a São Damião para despedir-se da Irmã Clara sua amiga do coração. Estando ali, sobreveio-lhe uma intensa  febre que tornou desaconselhável prosseguir viagem. Além do mais, o inverno havia recrudecido e todos os caminhos estavam obstruídos pela neve. Precisou ficar sob os cuidados de Claras, acompanhado de um irmão. 
Torna-se difícil descrever os muitos sofrimentos que padeceu Francisco naquele local. Recolhido em uma choupana escura, porque seus olhos não suportavam ver a luz, parecia mais um amontoado de ossos envoltos numa túnica do que uma figura humana. As chagas sangravam e o estômago ardia. E, como se isto fosse pouco, a altas horas da noite vinham os ratos correr sobre seu corpo.
Por instantes, Francisco percebeu que começava a se desesperar e redobrou  sua oração até que, numa manhã, Clara escutou de longe que ele cantava. Sua voz já não vibrava como antes, quando entoava serenatas ou percorria as estradas; agora era acanhada, como que retida por uma dor latente, que às vezes o obrigava a suspendê-la para tomar fôlego. Com sua curiosidade feminina, aproximou-se devagarinho e escutou que ele cantava a Deus a quem chamava Altíssimo Onipotente e Bom; louvando-o pelo sol, pela lua e as estrelas, pela água e pelo fogo, pelo vento e pela terra que produz frutos. A todos chamava de irmãos. Irmã Clara compreendeu então que a choupana se havia enchido de luz. 

PARA REFLETIR

53. Francisco é um pobre e um doente que canta e louva agradecido. Explica esta reação do pobrezinho de Assis.

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores