ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

AS COMPLICAÇÕES DE LATRÃO

Haviam transcorrido mais de seis anos desde que os primeiros irmãos se apresentaram diante do Papa para que lhes aprovasse a forma de vida. Agora, não eram mais só doze mas cerca de mil e eram conhecidos como "irmãos menores". Alguns bispos olhavam-nos com desconfiança e, na Cúria Romana, eram seguidos de perto. O Cardeal Hugolino, homem influente na Cúria e especialmente preocupado com os religiosos, acompanhava-os com particular interesse. 
Ao final deste ano de 1215, reuniu-se na basílica de Latrão um grande concílio convocado pelo Papa Inocêncio III. Compareceram todos os cardeais, os Bispos e os Abades da Igreja. Nele foram abordados os grandes problemas da cristandade e foram tomadas decisões fundamentais para a Igreja e algumas também para a vida dos religiosos. 
Francisco encontrava-se em Roma naquela ocasião convidando, provavelmente, pelo Cardeal Hugolino. Não lhe agradavam aquelas grades e solenes reuniões, o acontecer da Igreja é que lhe interessava. Ele não participou dos trabalhos deliberativos. Escutou, porém, com grande interesse, o discurso inaugural do Papa. 
Estando ali, o Cardeal convidou-o para um encontro com Domingos de Gusmão, um Cônego espanhol, que já se tornara famoso como pregador e, acima disto, como fundador de uma Ordem destinada ao combate aos hereges. Ao que parece, a intenção do prelado era agrupar numa mesma Ordem, a mui e eficiente organização de Domingos, com o mendicante e vivo movimento de Francisco. 
Ao pobre de Assis angustiavam situações como esta, mas não deixou perder-se a transcendência do momento. No entanto, armou-se de grande coragem, sobrepondo-se a seus próprios temores, como o fizera um dia diante do Pontífice. Com uma inusitada firmeza, quase com energia, defendeu a simplicidade primeira de seu ideal e a necessidade de que, por diferentes caminhos, chegasse à única meta proposta por Jesus Cristo. 

PARA REFLETIR

41. Como se poderia qualificar ou julgar a atitude assumida por Francisco diante da proposta do Cardeal Hugolino?

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores