ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

OS PENITENTES A CAMINHO DE ROMA

Não é fácil descrever o que aconteceu naquela última semana de março, fixada pelos irmãos para o reencontro na Porciúncula. Pareciam colegiais em recreio: abraçavam-se, riam, contavam anedotas e louvavam a Deus pelos novos irmãos que haviam recém vindo para junto deles. Já eram doze.
Depois de alguns dias nos quais redobraram a oração, os doze “homens penitentes de Assis” – assim costumavam chamar-se -  puseram-se a caminho de Roma. Bem guardado na mochila, levavam o que constituía sua norma de vida: um pedaço de pergaminho no qual Francisco havia feito escrever as frases do Evangelho que os guiava desde que ele começou a ter irmãos e algumas poucas deliberações práticas muito elementares.
À medida que a nascente primavera daquele ano avançava o grupo dos doze caminhava pressuroso e cheio de esperança. A intenção era chegar junto ao Papa e pedir-lhe que aprovasse com sua benção o projeto de vida deles. Tinham, muito enraizada, a convicção de que só assim conseguiriam perseverar na finalidade a seus propósitos.
Caminharam durante vários dias. À passagem deles, os caminhos iam se enchendo de canções e de louvores ao Criador. Permanecia ressoando sempre, nos povoados, o eco de sua pregação de paz.
Repousavam nos portais das igrejas ou em ruínas de antigas edificações etruscas. Aproveitavam a sombra dos bosques ou o frescor das fontes que encontravam para reunirem-se em oração.

PARA REFLETIR:

33. Como explicar o empenho dos “doze penitentes” para que o Papa lhes aprovasse a forma de vida evangélica?

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores