ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

CAPÍTULO CUSTODIAL

Nesta semana do dia 18 a 22 de Outubro a Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus celebra mais um Capítulo Custodial, procurando avaliar e projetar a vida da Fraternidade Custodial para o próximo triênio, iluminada pelo Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.
Os capítulos originavam das reuniões que, nos primeiros anos da fraternidade, todos os frades costumavam realizar em torno da pessoa de São Francisco de Assis, de início duas vezes ao ano, depois apenas uma vez, na festa de Pentecostes. Todos assistiam, mesmo os noviços, porque a finalidade primordial era manter a coesão  interna da fraternidade itinerante, mediante o encontro fraterno, e avivar a consciência do ideal comum. Em 1221, determinou-se que este encontro de família ficava limitado à fraternidade regional, que devia reunir-se em torno de um ministro, uma vez ao ano, enquanto que o capítulo de Pentecostes se celebraria, na Prociúncula, com assistência dos ministros de todas as províncias a cada três anos e das províncias da Itália a cada ano, se o ministro geral não dispusesse outra coisa.
E nesta semana uma parcela da Ordem, no Estado de São Paulo, está reunida em torno do seu Ministro Provincial, Fr. Agostino Espósito, da Província Napoletana do Sagrado Coração de Jesus. Ele presidirá o capítulo Custodial.
A reunião inicia no dia 18 com o almoço e depois acontece a cerimônia de abertura oficial do Capítulo. A missa celebrada neste dia é votiva do Espírito Santo, que segundo São Francisco, é o ministro geral da Ordem dos Frades Menores. Durante a semana serão feitas as apresentações dos relatórios de cada fraternidade, mostrando os pontos positivos e negativos da ação evangelizadora dos frades no decorrer do triênio, e também no que se refere à formação inicial e permanente. A partir destes relatórios poderá surgir sugestões para que o agir dos frades seja profícuo. 
O capítulo segue com a revisão da Ratio Formationes (plano de formação) da Custódia, além da revisão dos Estatutos Particulares e do Projeto de Vida Fraterno para o Triênio. É avaliado também o plano de Evangelização e Missão Custodial. As equipes de frades são dividas para um estudo e reelaboração dos mesmos.
No último dia acontece a eleição do Ministro Custodial e do Conselho, que irá servir a Custódia durante os três anos. O Ministro e os Conselheiros são eleitos pelos confrades capitulares. Todos os frades com votos perpétuos têm direito a voto, e os professos simples podem contribuir nas partilhas e estudos, mas não têm direito a voto. Depois de eleito, o novo Ministro com seu Conselho se reúne e se for necessário faz as devidas transferências e nomeia os ecônomos, guardiães e formadores das fraternidades. Tudo isso é decidido no que chamamos “Távola de Família”.
O Capítulo acontece num clima profundo de fraternidade, pois é o momento que todos os frades se reencontram, e num clima de profunda oração, acompanhado de leituras e orações específicas, além da Eucaristia que é a força e o sustento de todos os dias.
Contamos com a oração de todos, para que o Capítulo possa acontecer do melhor modo possível, e que todas as decisões contribuam para que os frades respondam as necessidades dos tempos atuais e encontrem em cada realidade para semear a Palavra de Deus. Que o Santo Espírito de Deus possa iluminar a mente e o coração de cada frade.

Fraternalmente,

Frei Bruno Alexandre Scapolan, ofm

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores