ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

REAVIVAM-SE AS PROVAS


No seu mendigar pela cidade de Assis, Francisco teve de passar muitas vezes por aquela que tinha sido a sua casa paterna e, nalgumas vezes, teve de passar por algum de seus familiares.

Seu irmão Ângelo, mais jovem do que ele, envenenado pelas idéias do pai, ao vê-lo passar, tratava-o com desprezo e zombaria. Fazia sarcasmo do seu modo de vestir e de sua pobreza. Bernardone sofria ao ver o louco de seu filho pedindo esmola de porta em porta. Explodia em maldições. Para Francisco esta era a pior das provações porque lhe reabriam as antigas feridas. Por isto, ao recordar o famoso julgamento diante do bispo decidiu convencer um dos seus amigos, um mendigo velho e bonachão, a permitir que, quando passasse Bernardone maldizendo Francisco, dissesse em voz alta ao esmoler: “abençoai-me, pai!” e ele lhe fizesse o sinal da cruz.

Francisco precisou defrontar-se com outras provas difíceis como aquela, por exemplo, quando foi recolher azeite para a lâmpada da igreja de São Damião e se encontrou com um grupo de seus antigos camaradas sentados à mesa. Instintivamente, deu-lhe as costas e escondeu-se para não ser visto. Sentiu vergonha de estar vestido assim e mendigando, logo diante deles que há pouco tempo ainda, haviam sido seus companheiros de festas e banquetes. Precisou de forças quase sobre humanas para vencer sua covardia até decidir-se a entrar um pouco e pedir o que queria, a modo de jogral, em dialeto francês.



PARA REFLETIR



26. Que sentido tem, no processo vocacional de Francisco, estas novas dificuldades?

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores