ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

UM GESTO PROFÉTICO


Quando voltou, Dom Pedro sentiu-se impotente diante da obstinação de seu filho e da cumplicidade de sua esposa. Decidiu, no caso, resolver o assunto de acordo com a lei para que Francisco, já de maior idade, a quem não pretendia mais patrocinar os desatinos, lhe restituísse o que roubara. Por isso, apresentou queixa aos Cônsules de Assis.

Francisco, provavelmente instruído pelo bispo Guido, negou-se a comparecer diante dos juízes civis, alegando a condição de oblato ao serviço da Igreja de São Damião. Seu pai, então, abriu processo nos tribunais eclesiásticos.

Depois de o comerciante, quase aos gritos, ter arrojado a descarga de denúncias contra seu filho, seguiu-se um momento de silêncio. Todos os rostos se cravavam em Francisco. Ele olhou por um momento para o bispo, como para implorar licença, e logo, quase sem pensar, despiu uma a uma suas roupas até ficar completamente nu. Tomou-as nas mãos juntamente com a bolsa de dinheiro que tinha trazido da igreja de São Damião, e os entregou a seu pai, olhando-o fixamente com doçura e com firmeza, enquanto lhe dizia de forma a ser ouvido por todos: “Pedro de Bernardone: toma o que te pertence! Já não serás mais o meu pai. Daqui em diante tenho somente um Pai, o Pai do céu”. Quando acabou de dizer isto, ajoelhou-se de braços abertos e com os olhos fixos no alto. Um murmúrio não dissimulado percorreu a praça inteira, enquanto, apressadamente, Pedro Bernardone se retirava confuso e envergonhado, levando debaixo do braço o pequeno fardo de roupa e enquanto Francisco recoberto com a capa do bispo não podia sequer compreender o alcance de seu gesto profético.

PARA REFLETIR

21. Analisa detalhadamente as atitudes dos três personagens que intervem no episódio: Pedro de Bernardone, o bispo Guido e Francisco.
     
      Esta atitude profética de Francisco pode iluminar os jovens de hoje em suas decisões? Em que sentido?

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores