ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

ENTRE DOIS CÁRCERES


Embora o pároco não tenha aceitado seu dinheiro, decidiu deixá-lo junto à capela, a título de esmola, como era costume na época, para homens que queriam consagrar-se de uma maneira especial ao serviço de Deus. Francisco não queria permanecer por muito tempo em sua casa.

Não tinha passado muitos dias, quando chegou aos seus ouvidos a notícia de que seu pai reagiria violentamente, ao ver que as mercadorias da loja haviam diminuído e que lhe faltava um dos cavalos. Sentiu-se desarmado diante das ameaças do comerciante enraivecido. Procurou refúgio num dos esconderijos das redondezas, conhecido só por seu amigo e confidentes que, de vez em quando, ia levar-lhe algo para comer. Foi um cárcere voluntário a que se submeteu. Neste tempo, suas angústias se apagaram com a oração, suas covardias moderaram-se com o jejum e se transformaram em serenidade e, pouco a pouco, se converteram em galhardia.

Depois deste longo mês de exílio voluntário, com o espírito já fortalecido, decidiu sair e dirigir-se a Assis. Não era mais o Francisco perturbado e inseguro que regressava de Espoleto, esperando uma resposta, mas um homem decidido que apresentava as razões de sua opção e enfrentava as conseqüências.

Por isso, não lhe importavam, agora, as zombarias dos adultos nem as pedras das crianças e nem sequer os golpes brutais de seu pai, que, com empurrões e insultos, o encerrou num sótão de sua casa, fechado com correntes.

Dona Pica, que sofria muito com esta situação, cuidava de seu filho às escondidas do marido. Fez várias tentativas para fazê-lo mudar de propósito e, ao final, quase acabou compartilhando a opção feita por Francisco.



PARA REFLETIR



20. Como se explicam a serenidade e a segurança que Francisco adquiriu, neste episódio de sua vida?



O processo vocacional de Francisco levou-o, a saber, as razões de sua opção. Acreditas que isto é importante? Por quê?



Já tens condições de explicar o porquê de tua decisão, se a fizeste? Qual é?

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores