ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

O JOGO DA GUERRA


Em Assis continuaram as tensões populares. Fez-se cada vez mais profunda a divisão entre os dois partidos em que se havia dividido a cidade, um comandado pelos ricos burgueses e o outro pelos nobres. Chegou o momento em que estes últimos tiveram que fugir de sua cidade e refugiar-se na vizinha cidade de Perugia. Ali, somaram forças com todos os nobres dessa região, criaram um exército e incitaram hostilidades contra os habitantes de Assis até que, por fim, deflagrou a guerra.
Já com 20 anos de idade, tornava-se obrigatório para Francisco alistar-se no exército de sua cidade tanto mais que, como filho de comerciante, devia defender a causa dos burgueses. Porém, poder-se-ia dizer que nele, tanto quanto no ânimo de vários companheiros, havia muito mais desejo de aventura do que sentido patriótico. E como quem vai para um divertido jogo, com escassa preparação militar, lutaram junto à ponte de São João, no lugar chamado Colestrada, situado nas imediações de Assis e Perugia. A luta foi intensa e, em certos momentos, brutal, mas por falta de tática da parte dos assisienses, alguns foram logo encurralados e outros derrotados.
Francisco e muitos de seus companheiros caíram prisioneiros e foram conduzidos à cadeia em Perugia. Alí, pagaram por seu arriscado idealismo e pela improvisação da batalha.


PARA REFLETIR

8- Por que Francisco e seus companheiros perderam a batalha contra Perugia?

Quais são as exigências da consciente e responsável participação de um jovem nas causas de um povo?


Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores