ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

ENCONTRO VOCACIONAL BEBEDOURO-SP


Olá Paz e bem!

Do dia 10 à 14 de junho a Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus da Ordem dos Frades Menores realizou o seu segundo Encontro Vocacional para aqueles que buscam conhecer mais profundamente a vida e o carisma de São Francisco de Assis. Fizeram-se presentes 22 vocacionados de várias regiões do Estado de São Paulo. Foram dias de intenso convívio fraterno, de oração, de formação e de descontração.

No dia 10 o pessoal foi chegando e depois do jantar participaram de uma dinâmica de apresentação e entrosamento. Neste momento, ficou claro o sentido que o encontro ganharia nos dias decorrentes. Os vocacionados a partir do momento que se apresentavam jogavam um carretel com barbante para outro para que este também pudesse se apresentar. Logo foi se formando uma teia, parecida com uma teia de aranha. Um unido ao outro com seus anseios e expectativas para o encontro. O vínculo fraterno já estava “tecido” entre os vocacionados. Depois aconteceu a apresentação da fraternidade de Bebedouro composta por Frei Fernando, Frei José Luis, Frei Edson e Frei Davi. O Frei José Luis fez a apresentação usado as imagens dos diversos acontecimentos da fraternidade e também dos trabalhos sociais desenvolvidos. Depois pedimos que os vocacionados partilhassem sobre os medos e expectativas em relação ao que buscavam no encontro e na vida religiosa franciscana. Todos colaboraram e partilharam, percebendo que não estão sozinhos, mas que na maioria das vezes os medos e as expectativas acontecem do mesmo modo com todos. Finalizando este momento tivemos uma oração com a apresentação de uma “figura” fenomenal que ficaria conosco durante todo o encontro. Alguém que os vocacionados queriam conhecer ou que já conheciam, mas queriam estreitar vínculos. Apresentamos Francisco de Assis, que partilhou brevemente sua experiência de Deus. E o momento de oração com Francisco terminou com o cântico do Irmão Sol.
No dia 11, bem cedinho participamos da Missa Solene de Corpus Christi, refletindo sobre a Eucaristia, centro da vivência Cristã e sentido da entrega religiosa. Depois os vocacionados compartilharam de um momento de formação com a psicóloga Marilise. Foi trabalhado sobre “reconhecer onde estou e ver para onde vou”, este assunto fez com que os vocacionados olhassem para suas próprias vidas, sobre àqueles mais próximos (família) e pensassem no que estão buscando (vida religiosa). Foi imensamente rica esta partilha, onde os vocacionados abriram o coração e partilharam suas angústias, dores, alegrias, vitórias e pensaram no que pode ajudar ou não no ideal que pretendem abraçar.
No período da Tarde tivemos um momento musical franciscano e a partir das músicas houve mais partilha sobre a vida fraterna e o sonho de “Francisco de Assis”. Depois assistimos a um documentário sobre a vida de Dom Frei Luís Flávio Cappio, ofm e sua luta contra a transposição do Rio São Francisco em defesa dos “menores” das comunidades ribeirinhas. Este filme teve o intuito de contribuir com a clareza do que é se fazer “menor” entre os “menores” conforme a proposta de São Francisco de Assis. Por fim, encerramos à tarde com o esporte havendo “revelações incríveis”. À noite tivemos uma “Hora Santa” bem espontânea, e todo louvor e gratidão a Deus partiram da simplicidade de cada coração.
O dia 12 foi abençoado, pois estávamos comemorando o aniversário do André Oliveira e já na oração da Manhã fizemos uma prece por ele. Depois houve um momento formativo com frei Edson sobre São Francisco e a comunhão com o Criador e as criaturas. Este momento seguiu com a motivação da Márcia da Ordem Franciscana Secular, que nos apresentou o pé de Baobá e depois conduziu os vocacionados para um momento de oficina aproveitando tudo o que eles pudessem da natureza. Tivemos trabalhos maravilhosos e a partilha mais uma vez foi enriquecedora. Durante a primeira parte da tarde os vocacionados foram conhecer um trabalho desenvolvido pelos frades – a Casa de Santa Clara – que acolhe crianças que estão em alguma situação de risco e por isso são retiradas das famílias até estas terem condições de recebê-las novamente. Depois de bem treinados partimos mais uma vez para o esporte e desta vez a turma estava afinada. À noite participamos da novena do Sagrado Coração de Jesus padroeiro da paróquia na qual estávamos. Logo depois assistimos ao Filme “Antônio o Guerreiro de Deus”, percebendo mais um frade franciscano destemido na pregação do Evangelho e no amor ao próximo.
Dia 13 (Festa de Santo Antônio), houve um momento de explanação sobre as etapas de formação na Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, e foi momento também de perguntas e esclarecimentos. Ainda pela manhã houve a limpeza da casa, para os vocacionados sentirem um pouco do modo como acontece no convento. Depois do almoço houve um momento de dinâmicas coordenado pelos animadores vocacionais do SAV Paroquial de Bebedouro, o Sandro e a Lúcia. A cada dinâmica, valores sobre fraternidade, companheirismo e outros elementos essenciais na vivência fraterna iam sendo abordados. Depois do banho a turma seguiu para a celebração da Santa Missa no povoado de Andes e lá fizeram a maior festa com os fiéis. Ao retornarem demos início ao recreio – momento lúdico e festivo da espiritualidade franciscana. A criatividade correu solta e demos boas gargalhadas.
No último dia do encontro tivemos a missa logo pela manhã e depois da missa o preenchimento de fichas e o bate-papo com os animadores vocacionais para o esclarecimento de outras dúvidas que foram surgindo e também para um maior conhecimento com os que pretendem ingressar no próximo ano.
Deste modo, o encontro se encerrou com um momento emocionante e tocante, pois neste dias nos tornamos uma família, reflexo do que se busca na vida religiosa. Depois de tantas lágrimas pela despedida, tivemos um almoço delicioso preparado pelo SAV Paroquial e todos seguiram viagem aguardando o encontro final em Franca.
Sem dúvidas o sentido de fraternidade e vivência religiosa foi muito bem percebido e vivido durante estes dias. Que cada um conserve os dons semeados neste encontro e os multipliquem até Franca.
Fraternalmente,
Frei Bruno Alexandre Scapolan, ofm

Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores