ANIVERSARIANTES DO MÊS

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Tradutor - Translator - Traduttore - Traductor - Traducteur - Übersetzer - переводчик - 翻译 - 翻訳者

A PRIMEIRA PROCISSÃO DO SANTO

Por todos os caminhos se espalhou a fama de que Assis tinha um novo Santo e nessa mesma noite o vale da Úmbria se viu entrecortado de riachos de luz. A explanada da Porciúncula tornou-se um lago de fogo. E nela ferviam as preces entremeadas com canções. Chorava-se a ausência de Francisco, ao mesmo tempo que se celebrava o Santo. 
Sem conter os soluços, mas com devoção profunda, a Irmã Jacoba de Settesoli ajudada por outros irmãos vestiu o cadáver com a mortalha que havia trazido. Apesar de sua palidez mortal, o rosto de Francisco não denunciava essa ausência interior que têm os cadáveres. Suas mãos, agora sem vendas e cruzadas sobre o peito, deixavam ver a cavidade arroxeada das chagas e umas protuberâncias negras semelhantes a cravos. 
Pelo meio dia, o cortejo se pôs a caminho, em direção a Assis, mas desta vez, pela estrada de São Damião. Mais que um desfile fúnebre, aquilo parecia a primeira procissão do Santo. Ali, na primeira capela que ele havia restaurado, e à sombra do Crucifixo que iluminara sua existência, foi colocado o féretro durante longo tempo, mas não tanto quanto queriam Clara e suas irmãs, que rodeavam o cadáver, entre pranto e orações. Beijavam suas feridas e permaneceram a seu lado até que a comitiva continuou a procissão. 
O templo de São Jorge tornou-se pequeno para abrigar a multidão. Muitos recordaram que ali que o conheceram menino, quando recebia as primeiras lições e que ali mesmo fez sua primeira pregação aos assistentes. Ali, celebraram-se os funerais e ali deixaram enterrado o seu corpo até que, quatro anos depois, foi trasladado para a Basílica construída em sua honra. 

PARA REFLETIR:

62. As reações das pessoas à morte de Francisco te parecem adequadas ou não? Por quê?

      É bom que haja Santos? Por que?


Nenhum comentário:

VISITANTES

QUEM SOMOS?

Com certeza você já ouviu falar de nós. SOMOS OS FRANCISCANOS, os irmãos menores. Com estas três palavras quase que lhe dissemos tudo: somos seguidores de Jesus Cristo ao modo de São Francisco de Assis; procuramos ser irmãos de todos, homens e mulheres, crianças e adultos, plantas e animais; e, além disso, com humildade, alegria e com poucas coisas materiais. Outra coisa que lhe convém saber, é que nós, franciscanos, trabalhamos nas mais variadas áreas, conforme as competências e formação de cada um e as necessidades da Ordem, da Igreja e do povo de Deus no mundo. Procuramos ser peregrinos e forasteiros, pacíficos e humildes, e assim vamos pelo mundo sem nada de próprio, trabalhando com fidelidade e devoção, conforme nos exigem as realidades e necessidades do nosso tempo. Seguindo os passos de Cristo pobre, humilde e crucificado, que reuniu os discípulos em torno de si e lhes lavou os pés.

Nós, frades menores, vivemos em fraternidade, no serviço e no dom recíproco. Queremos continuar anunciando a mensagem de Paz e Bem ao mundo na simplicidade e união fraterna.

Tem um lugar para você aqui também!

Conhecer não te compromete!

Acertar te realiza!

DEIXE AQUI O SEU E-MAIL PARA RECEBER NOTÍCIAS

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores